Especialidades

Dermatologia

Divisor ID

A Dermatologia é uma especialidade médica cuja área de conhecimento se concentra no diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças e afecções relacionadas à pele, pelos, mucosas, cabelo e unhas.

Imagem Dermatologia  

Na AMIS Medicina Integrada realizamos os seguintes tratamentos:

Clínicos

Toxina Botulínica

O que é?

Toxina botulínica é uma proteína produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Quando administrada oralmente em grandes quantidades, bloqueia os sinais nervosos do cérebro para o músculo, causando paralisia generalizada, chamada botulismo. No entanto, por injeção, em quantidades muito pequenas, em um músculo facial específico, apenas o impulso que orienta este músculo será bloqueado, causando o relaxamento local. Deste modo, a toxina botulínica atua como um bloqueio da musculatura subjacente das linhas indesejadas.

O tratamento envolve injeção em quantidades muito pequenas nos músculos subjacentes para imobilizá-los. A terapia atual é bem tolerada, rápida e a recuperação é mínima. Alguns efeitos colaterais permanecem por cerca de três a sete dias após o procedimento. A toxina começa a fazer efeito sete a 14 dias depois e esse efeito perdura por cerca de três a seis meses até que desaparece gradativamente, enquanto a ação muscular retorna. Com aplicações em intervalos regulares, pode ocorrer de o músculo enfraquecer e, dessa forma, as aplicações passarem a durar mais tempo.

Os efeitos colaterais são mínimos e relacionam-se com a injeção local. Dor ou edema podem surgir em torno do local da injeção. Maquiagem pode ser usada após o tratamento, mas é preciso ter cuidado para não pressionar ou massagear a área após algumas horas do procedimento. Em casos raros, os pacientes podem desenvolver fraqueza temporária dos músculos vizinhos, ou dor de cabeça, ou sobrancelha e/ou pálpebra caída, também temporariamente.

 

Indicação

A toxina botulínica é indicada para amenizar linhas de expressão e rugas profundas. Por exemplo, as linhas verticais entre as sobrancelhas; pés-de-galinha nos cantos dos olhos; linhas horizontais na testa e nas bandas do músculo platisma, conhecido como pescoço de peru.

Também é usada para o reposicionamento das sobrancelhas: o músculo é enfraquecido e relaxado, para não contrair. Esse tratamento previne que se formem novas rugas. Alguns músculos não podem ser tratados, pois realizam funções importantes na expressão natural de uma pessoa. É o caso do músculo que levanta as sobrancelhas e dos músculos da linha do sorriso, uma vez que eles são necessários para as expressões dessa região e até para comer.

A transpiração excessiva pode aliviar com injeções altamente diluídas da toxina botulínica, diretamente na pele das axilas ou na pele nas palmas das mãos e plantas dos pés. Há paralisação das glândulas sudoríparas da pele que são responsáveis pela transpiração excessiva. Uma única sessão de tratamento pode fornecer meses de alívio, e os especialistas acreditam que as injeções podem ser repetidas indefinidamente, uma ou duas vezes por ano.

Preenchimento

O que é?

Preenchimento cutâneo é uma técnica empregada para correção de sulcos, rugas e cicatrizes, por meio da injeção de substâncias sob a área da pele a ser tratada, elevando-a e, assim, diminuindo sua profundidade. Um dos principais objetivos dos preenchedores é repor o volume da face, melhorar seus contornos e formas. O ácido hialurônico é o principal preenchedor utilizado hoje. O corpo humano fabrica esta substância, capaz de manter as formas e contornos, mas essa produção cai com o passar dos anos. Após a aplicação do produto, a área pode ficar levemente avermelhada e inchada. Alergias, gestação, amamentação, doenças prévias e uso de medicação rotineira devem ser informados ao médico. O risco de alergia é raro. Os preenchedores são realizados em combinação com outros procedimentos para melhorar o resultado final, como o uso de toxina botulínica, lasers e peelings.

 

Indicação

Indicado para atenuar rugas, cicatrizes e sulcos, principalmente o nasogeniano (vai do canto do nariz ao canto da boca, popularmente chamado de bigode chinês). Também utilizado na correção de cicatrizes de acne; reposição volumétrica em áreas do rosto nas quais ocorreram perdas de gordura e de sustentação, causadas pelo envelhecimento; contorno e volume dos lábios; tratamento de olheiras e contorno mandibular.

Bioestimulador de Colageno

O que é?

O colágeno é um tipo de proteína produzida pelo nosso organismo, cuja principal função é dar firmeza, elasticidade e sustentação à pele. Com o tempo, a produção de colágeno é reduzida e a nossa pele passa a apresentar sinais como rugas, flacidez e perda do contorno facial.

É a partir dos 30 anos que começamos a notar a perda da produção do colágeno, porém estes sinais podem se tornar mais intensos a depender de algumas características como a genética familiar, perda de peso, pós gestação, pacientes atletas, tabagistas e com cicatrizes de acne por exemplo. É possível estimular esta reposição de colágeno naturalmente através de um procedimento minimamente invasivo sem necessidade de uma cirurgia, atuando nas camadas mais profundas da pele. Para isso podemos utilizar basicamente duas substancias: o Ácido Poli- L- lático e a Hidroxiapatita de cálcio, à depender de características pessoais objetivo e local a ser tratado.

Indicação

Os Bioestimuladores de colágeno são muito conhecidos para tratamentos faciais, porém vem sendo cada vez mais utilizado para tratamentos corporais com melhora da flacidez, celulite e projeção dos glúteos, por exemplo.

O tratamento é realizado em sessões de forma injetável na pele e praticamente indolor. O resultado não é imediato e pode ser notado principalmente a partir do 1º mês após a aplicação. Seus resultados são persistentes por até 2 anos após o tratamento.

Em geral são realizadas 2-3 sessões com intervalos 30-60 dias, porém a quantidade de sessões poderá depender da área tratada e objetivo final do paciente.

Peelings

O que é?

O peeling é um procedimento indicado para amenizar marcas e manchas na pele. Seu processo envolve a remoção de células mortas e prioriza suavizar as alterações decorrentes do envelhecimento da pele, contribuindo em seu aspecto saudável e a melhora da sua aparência. É um procedimento abrasivo que remove uma fina camada da pele. Esta camada se regenera e recebe um novo aspecto, devido às novas células que foram estimuladas a se reproduzir.

Existem diversos tipos de peeling, como os químicos (que usam substâncias químicas como Ácido Salicílico, Ácido Glicólico e Ácido tricloroacético), o peeling físico (que utiliza superfícies abrasivas), o laser entre outros.

Como o Peeling Age?

A pele é composta por duas camadas principais, denominadas epiderme e derme. A epiderme por sua vez é composta de 5 camadas: a Corneum, Lucidun, Granulosum, Spinosum e a Basal. Já a derme é dividida entre as camadas papilar e reticular.Ambas as camadas são separadas pela membrana basal, que possui celular capazes de regenerar a pele. Esta camada possui anexos que se estendem pelas glândulas e folículos pilosos. Quando realizamos um procedimento de peeling, este atinge estas estruturas, estimulando a regeneração daquela superfície.

O peeling pode ser aplicado de forma superficial, muito superficial, de forma média ou profunda na pele, dependendo da região atingida.

Cada nível é utilizado para um tipo de tratamento:

  • Muito Superficial: camada superior da epiderme, ajuda a remover manchas superficiais, descamações e aspereza, e deixa a pele mais macia e brilhante.
  • Superficial: atinge a epiderme e remove manchas superficiais, acne ativa, pequenas rugosidades e aspereza.
  • Médio: atinge a epiderme, derme papilar e camadas superficiais da derme reticular e é usado para suavizar rugas, manchas, sulcos faciais e cicatrizes de acne.
  • Profundo: atinge a derme reticular, e é indicado para suavizar o envelhecimento total da pele, e cicatrizes profundas de acne.

Microagulhamento

O que é?

O microagulhamento é um procedimento que consiste em microperfurações da pele com finas agulhas metálicas. Seu princípio é semelhante ao da acupuntura, porém, localizado e múltiplo, produzindo efeito apenas na área tratada. Seu resultado mais proeminente é a indução de colágeno e de outras fibras naturais na pele, bem como o espessamento da epiderme. A técnica pode ser feita por rollers (mais comum), canetas elétricas ou carimbos. É sempre importante observar se o material utilizado tem autorização da Anvisa para uso, e se as agulhas são estéreis. Em nenhuma hipótese estas podem ser reutilizadas, mesmo que no próprio paciente.

A técnica mais popular é a minimamente invasiva, na qual o procedimento é realizado apenas com creme anestésico. Na técnica cirúrgica, o microagulhamento é feito de forma mais intensiva e com o paciente anestesiado em ambiente cirúrgico. Usualmente, a técnica minimamente invasiva oferece resultados após uma sequência de aplicações em intervalos regulares (comumente mensais), enquanto a técnica cirúrgica pode já oferecer resultados visíveis em apenas uma sessão. Para fazer o Microagulhamento o paciente não deve estar com a pele bronzeada nem apresentar infecções locais. Câncer da pele na área tratada ou nas proximidades também contraindica a técnica. A recuperação costuma ser rápida, mesmo nos casos de técnica cirúrgica.

 

Indicação

As principais indicações do microagulhamento são: cicatrizes, especialmente as de acne, estrias, envelhecimento e flacidez, calvície, melasma e drug delivery em geral.

IPCA- Indução Percutânea de Colágeno com Agulhas

O que é?

O IPCA- Indução pertcutânea de colágeno com agulhas, consiste em fazer micropuncturas na pele com uso de rollers que contém microagulhas cirúrgicas, estéreis e descartáveis, estimulando a produção de colágeno e melhorando a qualidade da pele. Através dos canais obtidos através das micropuncturas podemos associar a tecnica de drug- delivey, que tem como objetivo a chegada de medicação especifica diretamente nas células respondedoras a este estímulo, obtendo-se portanto resultados muito mais potentes e satisfatórios.

Indicação

As principais indicações são:

  • Rejuvenescimento facial
  • Cicatrizes de acne
  • Estrias
  • Melasma

Procedimento

Os protocolos podem ser feitos mensalmente a depender do objetivo final do tratamento, e alguns cuidados pré e pós tratamento devem ser respeitados para obter-se uma resposta segura e eficaz ao procedimento

O preparo da pele, é feito através do uso de ácidos tópicos realizados com prescrição médica, além das orientações a respeito da exposição solar. O afastamento das atividades deve ocorrer nas 24 horas seguintes ao procedimento e a recuperação total é observada em cerca de 7 a 10 dias após sua realização.

A depender da profundidade do tratamento, a dor é bem controlada com uso de anestésicos tópicos ou injetáveis, e também com auxilio de um equipamento de resfriamento dérmico que provoca analgesia temporária e segura.

MMP- Microinfusão de Medicamentos na Pele

O que são?

MMP® ou Microinfusão de Medicamentos na Pele, consiste da injeção de medicamentos na derme, utilizando das técnicas do microagulhamento e drug delivery através de uma máquina com microagulhas movéis e estéreis. Esse agulhamento difere daquele proposto através dos rollers, evitando agressão vigorosa e também possibilita o tratamento preciso de áreas especificas e entrega de medicamentos de uso injetável e estéril diretamente na área atingida, reduzindo assim a necessidade da ação sistêmica, efeitos colaterais e aumentando a eficácia destas drogas.

Indicação

Suas indicações são diversas, entre elas o tratamento capilar de alopecias (calvície), melasma, cicatrizes de acne, rejuvenescimento, estrias, cicatrizes e também doenças como a psoríase, verrugas virais, siringomas e leucodermias puntatas. O número de sessões é variável de acordo com a doença a ser tratada.

MMP capilar:

consiste na tecnica especificada acima para crescimento de fios de cabelo, de forma natural e também preventiva. Associado a técnica do MMP, utilizamos um aparelho de luz de LED, funciona aumentando a permeação de ativos através da ação de luz de laser de baixa intensidade.

Tratamento de Papada e gordura localizada

O que é

A técnica de Empitiers ou esvaziamento, também conhecida como “lipo enzimática” consiste na injeção de um medicamento que tem ação lipolítica, promovendo inflamação, quebra e posteriormente eliminação de células de gordura de forma permanente, sem cortes ou necessidade de anestesia.

Indicação

O tratamento pode ser realizado em pequenas áreas determinadas como papada, gordura da face e queixo, gordurinhas do sutiã, braços, coxas e abdome.

Dor:

A dor é de baixa intensidade e é relativa ao inchaço local, que dura por cerca de 3-4 dias após a realização do procedimento

Sessões:

O número de sessões é relativo ao tamanho da área tratada e o intervalo entre as sessões é de 30 dias.

Cauterização Química

Termo médico utilizado para descrever a aplicação de uma substância cáustica ou ácida sobre uma lesão, com o objetivo de removê-la. Após a aplicação do produto, a lesão fica esbranquiçada e pode arder. Ao redor do local tratado a pele pode ficar vermelha, irritada e até inchada. Nos dias subsequentes, a área escurece e fica enrijecida, devido à morte das células. Duas semanas após o procedimento, as crostas que se formam sobre a lesão são eliminadas.

O tipo de substância utilizada pode levar a um aspecto diferente, com coloração amarelada, em vez de esbranquiçada. A substância mais utilizada é o ácido tricloroacético, mas outros ácidos podem ser utilizados, a critério médico e de acordo com a doença em questão. O hidróxido de potássio é outra substância que pode ser usada, notadamente no tratamento do molusco contagioso, conforme a avaliação do dermatologista.

 

Indicação

Normalmente, usa-se a técnica para tratar queratoses actínicas, queratoses seborreicas, verrugas virais, granuloma piogênico (área sangrante que pode surgir após um trauma ou machucado na pele ou mucosa), entre outros problemas. Podem ser necessárias várias sessões, a depender do tipo de lesão tratada.

Crioterapia

O que é?

Criocirurgia, também conhecida como crioterapia, é um processo terapêutico baseado no tratamento de lesões pelo frio. O resfriamento rápido da pele provoca inúmeras alterações imunológicas e destruição dos tecidos, inclusive, podendo induzir à morte celular programada (apoptose). Vários agentes químicos diferentes podem ser utilizados para se conseguir o resfriamento abrupto da pele. O mais comumente usado é o nitrogênio líquido, na temperatura de -195,8ºC. É um método seguro, limpo, rápido e altamente eficaz, quando bem indicado e corretamente utilizado.

 

Indicação

Pode ser utilizada como tratamento para alguns tipos de carcinoma basocelular, em casos de cromomicose, e em inúmeras doenças inflamatórias como a liquenificação circunscrita. Presta-se muito bem para tratamento de ceratoses actínicas e seborreicas, verrugas e lentigos solares. Porém, trata-se de um tratamento que, se não for adequadamente realizado, pode trazer terríveis consequências, incluindo necrose ou perda de um membro. Portanto, é altamente recomendado que seja realizado por um médico dermatologista habilitado.

Depilação a Laser

O que é?

Depilação é a remoção intencional de pelos de regiões do corpo, de forma duradoura ou temporária. A versão a laser é eficaz em quase todas as áreas corporais, sendo que vários tipos de laser e luz intensa pulsada podem ser usados para obter resultados prolongados. Durante a aplicação, a energia emitida pelo aparelho é atraída pela pigmentação (melanina) do folículo piloso, levando ao enfraquecimento e destruição. Dependendo da área tratada, o procedimento pode durar apenas alguns minutos.

O número de sessões dependerá da área tratada, da densidade dos pelos e do ciclo de crescimento. Várias sessões são necessárias, pois o laser enfraquece o folículo apenas quando o pelo está na fase de crescimento. O resultado do tratamento varia de paciente para paciente, pois fatores como a cor da pele, a pigmentação e a espessura do pelo são determinantes. Alterações hormonais podem influenciar, prejudicando o resultado do tratamento ou aumentando a necessidade de sessões. Após cada sessão, a pessoa pode retomar suas atividades diárias, no entanto, sem exposição solar no local tratado.

 

Indicação


  • Pessoas que apresentem pelos encravados;
  • Hipertricose e hirsutismo (aumento de pelos em locais indesejados, como na região de barba nas mulheres);
  • Desejo de redução de pelos em determinada área.
 

Considerações:

Pelos grossos e escuros respondem melhor ao tratamento. Evitar o uso de laser na pele bronzeada.

Eletrocauterização

O que é?

Eletrocauterização, ou simplesmente cauterização, é um procedimento cirúrgico destrutivo. Para que seja realizado, é necessário primeiro limpar o local da excisão; em seguida, aplica-se uma injeção local de anestésico com ou sem vasoconstritor (para controlar possíveis sangramentos).

A lesão é carbonizada por eletricidade e calor, sendo que o material pode ser coletado e enviado para análise patológica ou não. A recuperação é rápida. Normalmente o paciente retoma as suas atividades no mesmo dia, e o ferimento cicatriza em até quinze dias. É recomendado não expor a área ao sol por dois meses.

 

Indicação

Utilizada para retirar alguns tipos de tumores benignos e alguns tipos de cânceres da pele. Também pode ser realizada para retirar também lesões benignas da pele, como hiperplasias sebáceas e ceratoses seborreicas.

Excisão Cirúrgica

O que é?

A excisão é um procedimento realizado para remover uma lesão de pele, que pode ser benigna ou maligna. Feita com anestesia local, quando se trata lesões pequenas, normalmente é uma técnica ambulatorial. O dermatologista, ao medir a área a ser removida, inclui uma margem de segurança. Em seguida, limpa a região tratada e aplica uma injeção com anestésico no local da lesão a ser removida.

A remoção pode ser feita com bisturi até a camada gordurosa da pele, assim, o profissional se certifica de que todo o material foi retirado. Em seguida, ele deverá ser enviado a um laboratório para análise patológica. O fechamento da ferida cirúrgica se faz com pontos e curativos. Após um período de sete a 14 dias, os pontos são removidos, dependendo da localização e se os fios não estiverem sob tensão (muito esticados), pois se corre o risco de a ferida cirúrgica se abrir.

 

Indicação

A excisão cirúrgica é indicada para a remoção de tumores benignos e malignos. O exame pode ser realizado para diagnosticar todo tipo de doença de pele: tumores benignos, malignos, inflamatórias (psoríase, por exemplo) ou infeccioso (hanseníase, por exemplo).

Cirúrgicos

Biopsia

O que é?

Procedimento simples no qual um pequeno fragmento da pele ou da mucosa é retirado para análise patológica. É comum confundir o termo biópsia com o exame patológico propriamente dito. As biópsias cutâneas podem ser feitas com um “punch”, por “shaving”, por curetagem ou por excisão com bisturi. Todas as técnicas são precedidas por anestesia local, sem risco para o paciente. O anestésico é injetado após assepsia e causa ardência por um período não superior a 30 segundos, além disso, o procedimento não traz qualquer desconforto ao paciente.

  • Punch: um cilindro de superfície cortante que, ao ser girado rotatoriamente, se aprofunda na pele e permite a remoção de um cone que pode alcançar até a gordura subcutânea. A ferida resultante é pequena e costuma ser suturada. Vários diâmetros são disponibilizados, cada um adequado para diferentes propósitos.
  • Shaving: é feito com uma navalha que não se aprofunda em demasia, removendo um fragmento mais superficial da pele, mas que pode ser mais extenso do que os removidos por “punch”. Esta maior extensão pode facilitar o estudo patológico das inflamações ou dos tumores de localização superficial. Não há necessidade de sutura e costuma cicatrizar mais rapidamente, mas não se presta para o estudo de processos inflamatórios mais profundos ou para a avaliação de margens de ressecção cirúrgica nos casos de neoplasias. Curetagem: raspagem realizada por meio de uma cureta que retira vários e pequenos fragmentos de pele. Cicatriza muito rapidamente, sem necessidade de sutura. Não permite, entretanto, a remoção de partes mais profundas da pele. Nos casos de tumores pequenos, superficiais e em áreas de baixo risco, pode ser curativa, principalmente quando associada à cauterização elétrica ou química subsequente.
  • Excisão com bisturi: remove fragmentos que podem ter grande extensão e profundidade. Há excisões em forma de fuso de pele fechadas por sutura simples aproximando-se as bordas e outras, de formas circulares ou ovais, reparadas por rotação de retalhos cutâneos que permitem a retirada de grandes áreas com bom resultado estético. Alguns pontos são necessários para o fechamento da ferida e só devem ser removidos depois de cinco a 20 dias, dependendo da extensão e da localização. É utilizada para remoção de tumores, de bolhas, de paniculites ou de outros processos inflamatórios profundos ou em áreas onde a excisão com bisturi gera melhores cicatrizes. O cuidado pós-operatório indicado pelo dermatologista é muito importante para se evitar infecções que podem atrasar a cicatrização ou deixar defeitos inestéticos.
  • Indicação

    A biópsia, em casos dermatológicos, é realizada a fim de diagnosticar doenças de pele císticas, tumorais, inflamatórias, do desenvolvimento ou de depósito. Nas biópsias excisionais, o objetivo é a resolução do processo por meio da avaliação da suficiência das margens de ressecção cirúrgica.

    Fonte: SBD

    Exerese

    O que é?

    Exerese ou Excisão cirúrgica é considerada a principal opção terapêutica para o câncer de pele, e também é utilizada para remoção de lesões benignas como nevos, verrugas e tumores sem malignidade.

    Procedimento

    O procedimento consiste na remoção da lesão e de margens laterais de tecido sadio, para garantir a retirada completa das células cancerosas.

    A quantidade de tecido sadio removida depende do tamanho, da histologia e da localização da lesão. A excisão apresenta altas taxas de cura para tumores pequenos, descobertos em estágios iniciais. Quando o diagnóstico da doença for feito por biópsia, pode ser preciso aumentar consideravelmente a margem de segurança, realizando-se então uma excisão ampla.

    No caso das lesões menores, a excisão é um procedimento simples, que pode ser realizado em ambulatório com anestesia local. Lesões maiores podem requerer sedação ou anestesia geral, bem como exames pré-operatórios.

    Fonte: SBD

    Eletrocauterização

    O que é?

    Eletrocauterização, ou simplesmente cauterização, é um procedimento cirúrgico destrutivo. Para que seja realizado, é necessário primeiro limpar o local da excisão; em seguida, aplica-se uma injeção local de anestésico com ou sem vasoconstritor (para controlar possíveis sangramentos).

    A lesão é carbonizada por eletricidade e calor, sendo que o material pode ser coletado e enviado para análise patológica ou não. A recuperação é rápida. Normalmente o paciente retoma as suas atividades no mesmo dia, e o ferimento cicatriza em até quinze dias. É recomendado não expor a área ao sol por dois meses.

    Indicação:

    Utilizada para retirar alguns tipos de tumores benignos e alguns tipos de cânceres da pele. Também pode ser realizada para retirar também lesões benignas da pele, como hiperplasias sebáceas e ceratoses seborreicas.

    Fonte: SBD

    Cauterização Química

    Termo médico utilizado para descrever a aplicação de uma substância cáustica ou ácida sobre uma lesão, com o objetivo de removê-la. Após a aplicação do produto, a lesão fica esbranquiçada e pode arder. Ao redor do local tratado a pele pode ficar vermelha, irritada e até inchada. Nos dias subseqüentes, a área escurece e fica enrijecida, devido à morte das células. Duas semanas após o procedimento, as crostas que se formam sobre a lesão são eliminadas.

    O tipo de substância utilizada pode levar a um aspecto diferente, com coloração amarelada, em vez de esbranquiçada. A substância mais utilizada é o ácido tricloroacético, mas outros ácidos podem ser utilizados, a critério médico e de acordo com a doença em questão. O hidróxido de potássio é outra substância que pode ser usada, notadamente no tratamento do molusco contagioso, conforme a avaliação do dermatologista.

    Indicação:

    Normalmente, usa-se a técnica para tratar queratoses actínicas, queratoses seborreicas, verrugas virais, granuloma piogênico (área sangrante que pode surgir após um trauma ou machucado na pele ou mucosa), entre outros problemas. Podem ser necessárias várias sessões, a depender do tipo de lesão tratada.

    Fonte: SBD

    Curetagem

    A curetagem, na dermatologia, é uma técnica específica de remoção de tecido utilizando-se um instrumento não cortante, a cureta. Pode ser realizada como procedimento único para lesões superficiais, como, por exemplo, molusco contagioso ou ceratose seborreica, ou como complemento em tratamento de outras lesões cutâneas, como verrugas gerais, ou até carcinomas basocelulares.

    Quando realizada superficialmente, pode ser feita apenas com anestesia tópica. Para procedimentos mais profundos, demorados ou em pacientes mais sensíveis é recomendável a infiltração anestésica.

    Indicação:

    É muito corriqueiro a curetagem fazer parte de outro procedimento maior como, por exemplo, uma eletrocirurgia ou uma criocirurgia. As indicações mais comuns desse método são em casos de:

    • Molusco contagioso;
    • Verrugas virais;
    • Ceratose seborreica;
    • Ceratose actínica;
    • Carcinoma basocelulares pequenos e de baixa agressividade.

    Fonte: SBD

    Laser

    Remoção de tatuagens

    Remoção ou clareamento progressivo de tatuagens multicoloridas, em diferentes profundidades.

    Número de sessões:

    4 a 8 sessões, a depender do número de cores, qualidade e profundidade do pigmento na pele.

    Resultados esperado:

    Apesar de alguns resultados surgirem já nos dias seguintes ao tratamento, geralmente é a partir de 3 ou 4 sessões de tratamento que os resultados definitivos começam a aparecer.

    Dor:

    sensação de aguilhoamento, ardor ou aquecimento concentrado durante e/ou após o procedimento; pode ser prescrito pelo médico o uso de anestésico tópico para aumentar o conforto

    Cuidados pós-tto:

    Uso de cremes ou loções calmantes prescritas pelo médico.

    Tempo de recuperação:

    Necessário maior atenção em 1 a 2 dias após o procedimento, mas não há necessidade de interrupção da maior parte da rotina diária.

    Remoção de manchas solares

    Remoção de lesões pigmentares escuras com tecnologia de luz.

    Número de sessões:

    2 a 4, a depender do número de lesões, extensão da área de tratamento e coloração geral das lesões-alvo.

    Resultados esperado:

    Apesar de alguns resultados surgirem já nos dias seguintes ao tratamento, geralmente é a partir de 3 a 4 sessões de tratamento que os resultados definitivamente começam a aparecer.

    Dor:

    Sensação de leve aguilhoamento, ardor ou aquecimento concentrado durante o disparo.

    Cuidados pós-tto:

    Uso de cremes ou loções calmantes e hidratantes, prescritas pelo médico.

    Tempo de recuperação:

    Necessário maior atenção em 1 a 2 dias após o procedimento, mas não há necessidade de interrupção da maior parte da rotina diária.

    Rejuvenescimento

    Redução de poros, linhas e rugas finas, com revitalização do tônus e qualidade global da pele e estímulo de colágeno. Para o combate à flacidez leve.

    Número de sessões:

    4 a 8 sessões, dependendo da indicação e do resultado almejado.

    Resultados esperado:

    A mudança na aparência geral da pele é visível já no término do procedimento; quanto maior o número de sessões, maior a duração dos resultados.

    Dor:

    Praticamente indolor, com alguma sensação de aquecimento leve e progressivo.

    Cuidados pós-tto:

    Uso de cremes ou loções calmantes e hidratantes, prescritas pelo médico.

    Tempo de recuperação:

    Nenhum, com retorno imediato às atividades cotidianas.

    Revitalização do Tônus e da Qualidade da Pele

    Redução de poros, linhas e rugas finas, com revitalização do tônus e da qualidade global da pele.

    Número de sessões:

    1 a 3 sessões, dependendo da indicação e resultado almejado; pode ser feito como procedimento lunch time, com sessão única.

    Resultados esperado:

    A mudança na aparência geral da pele é visível já no termino do procedimento; quanto maior o número de sessões, maior a duração dos resultados.

    Dor:

    Praticamente indolor, com alguma sensação de aquecimento leve e progressivo.

    Cuidados pós-tto:

    Uso de cremes ou loções calmantes hidratantes prescritas pelo médico.

    Tempo de recuperação:

    Nenhum, com retorno imediato às atividades cotidianas.

    Black Peel

    O que é?

    O BLACK PEEL consiste na aplicação facial de uma máscara negra à base de carbono, que é removida através da aplicação do laser de Q-swiched. O carbono atua aumentando a penetração do laser e dando a aparência imediata de pele rejuvenescida e renovada.

    Indicação

    Seu uso é indicado para limpeza, e rejuvenescimento da pele, sem o uso de produtos químicos ou abrasivos que possam causar descamação ou vermelhidão na pele. Ele atua no fechamento dos poros, reduzindo a oleosidade, melhorando assim a luminosidade, manchas e a textura.

    Procedimento

    Por se tratar de um procedimento rápido, indolor e não invasivo, não há necessidade de preparo prévio da pele com uso de ácidos ou fórmulas, também podendo ser utilizado em peles sensíveis ou bronzeadas. Comumente é indicado para ser realizado antes de uma festa ou grande evento, assim deixando a pele naturalmente saudável e com viço.

    O procedimento pode ser realizado até semanalmente a depender dos objetivos a serem tratados.

    Tratamento de Melasma

    Clareamento e homogeneização pigmentar da pele no combate ao melasma, manutenção do melasma sob controle.

    Número de sessões:

    8 a 12, a depender do grau de acometimento da pele e do objetivo geral do tratamento.

    Resultados esperado:

    Os resultados tendem a ser progressivos e usualmente são vistos a partir da sessão 4; a melhor é gradual, mas a necessidade da manutenção periódica.

    Dor:

    Praticamente indolor, com alguma sensação de aquecimento leve e progressivo.

    Cuidados pós-tto:

    Uso de cremes ou loções calmantes prescritas pelo médico, pode ser prescrito pelo o médico o uso de medicação de uso tópico para tratamento profilático ou coadjuvante.

    Tempo de recuperação:

    Nenhum, com retorno imediato às atividades cotidianas

    Tratamento de Rosácea

    Tratamento de Acne Ativa

    Tratamento da acne ativa, com atenuação da inflamação e aparência pustulosa.

    Número de sessões:

    4 a 8 sessões, dependendo da indicação e do resultado.

    Resultados esperado:

    Redução da inflamação, diminuição da população de bactérias, diminuição da dor, cicatrização mais rápida e menor risco de cicatrizes.

    Dor:

    Praticamente indolor, com algumas sensações de aquecimento leve e progressivo.

    Cuidados pós-tto:

    Uso de cremes ou loções calmantes e hidratantes, prescritas pelo médico.

    Tempo de recuperação:

    Nenhum, com retorno imediato às atividades cotidianas.

    Depilação em Pele Negra

    Depilação a laser para todos os tons de pele; tratamento de condições derivadas, como a foliculite.

    Número de sessões:

    4 a 12 sessões, a depender da extensão da região de tratamento e da profundidade e espessura dos folículos.

    Resultados esperado:

    Queda dos folículos no pós-tratamento imediato, seguido pelo crescimento enfraquecido e nova queda nos meses seguintes.

    Dor:

    Sensação de aguilhoamento, ardor ou aquecimento concentrado durante o disparo.

    Cuidados pós-tto:

    Uso de cremes ou loções calmantes e hidratantes, prescritas pelo médico.

    Tempo de recuperação:

    Nenhum, com retorno imediato às atividades cotidianas.

    Tratamento de Onicomicose

    Combate à onicomicose das unhas das mãos e dos pés.

    Número de sessões:

    8 a 12 sessões, a depender do grau de acometimento da unha tratada; é necessária a realização de manutenção após o tratamento.

    Resultados esperado:

    Redução gradual do nível de comprometimento à medida que uma nova unha cresce sobre a anterior.

    Dor:

    Praticamente indolor, com alguma sensação de aquecimento leve e progressivo.

    Cuidados pós-tto:

    Trocar periodicamente meias e sapatos; pode ser indicada a associação de solução tópica para potencializar o tratamento.

    Tempo de recuperação:

    Nenhum, com retorno imediato às atividades cotidianas.

    Tratamento de Lesões Vasculares de Face

    Tratamento de pequenos vasos da face

    Número de sessões:

    1 a 4 sessões, dependendo da extensão da área tratada, profundidade dos vasos e tipo de lesão.

    Resultados esperado:

    Dor:

    Sensação de leve aguilhoamento, ardor ou aquecimento concentrado durante o disparo.

    Cuidados pós-tto:

    Uso de meias compreensivas ou métodos de tratamento equivalentes, uso de cremes ou loções calmantes, prescritas pelo médico.

    Tempo de recuperação:

    Nenhum, com retorno imediato às atividades cotidianas.

    Peeling Térmico

    Indicado para toning a laser e tratamento de efeito brush derivado de rosácea.

    Número de sessões:

    1 a 3 sessões, dependendo da indicação e resultado almejado; pode ser feito como procedimento lunch time com sessão única de toning.

    Resultados esperado:

    Melhora imediata no tônus e aparência geral da pele, com fechamento de poros e redução de eritema (no caso de indicação para rosácea).

    Dor:

    Praticamente indolor, com alguma sensação de aquecimento leve e progressivo.

    Cuidados pós-tto:

    Uso de meias compreensivas ou métodos de tratamento equivalentes, uso de cremes ou loções calmantes, prescritas pelo médico.

    Tempo de recuperação:

    Nenhum, com retorno imediato às atividades cotidianas.

    Depilação Permanente

    Indicação do tratamento: queda dos folículos no pós-tratamento imediato, seguido pelo crescimento enfraquecido e nova queda nos meses seguintes.

    Número de sessões:

    4 a 12 sessões, a depender a extensão da região de tratamento profundidade e espessura dos folículos.

    Resultados esperado:

    Queda dos folículos no pós-tratamento imediato, seguido pelo crescimento enfraquecido e nova queda nos meses seguintes.

    Dor:

    Cuidados pós-tto:

    Uso de cremes ou loções calmantes e hidratantes, prescritas pelo médico.

    Tempo de recuperação:

    Nenhum, com retorno imediato às atividades cotidianas.

    Remoção de Lesões Pigmentares

    Remoção a laser de lesões pigmentares claras e/ou escuras, com peeling superficial do tecido.

    Número de sessões:

    2 a 4, a depender do número de lesões, da extensão da área de tratamento e da coloração geral das lesões-alvo.

    Resultados esperado:

    Apesar de alguns resultados surgirem já nos dias seguintes ao tratamento, geralmente é a partir de 3 ou 4 sessões de tratamento que os resultados definitivos começam a aparecer.

    Dor:

    Sensação de aguilhoamento, ardor ou aquecimento concentrado durante o disparo.

    Cuidados pós-tto:

    Uso de cremes ou loções calmantes e hidratantes prescritas pelo médico.

    Tempo de recuperação:

    Necessário maior atenção em 1 a 2 dias após o procedimento, mas não há necessidade de interrupção da maior parte da rotina diária.

    Tratamento de Lesões Vasculares com Laser

    Tratamento de pequenas veias, vasos e outras varicosidades em pernas e face.

    Número de sessões:

    1 a 4 sessões, dependendo da extensão da área tratada, profundidade dos vasos e tipo de lesão.

    Resultados esperado:

    Desaparecimento imediato e temporário dos vasos, com mudança de coloração; o desaparecimento completo ocorre de forma gradual nas semanas seguintes ao tratamento.

    Dor:

    Sensação de leve aguilhoamento, ardor ou aquecimento concentrado durante o disparo

    Cuidados pós-tto:

    Uso de meias compreensivas ou métodos de tratamento equivalentes, uso de cremes ou loções calmantes, prescritas pelo médico.

    Tempo de recuperação:

    Nenhum, com retorno imediato às atividades cotidianas.